Fórum de Químicos da CETESB presta homenagem a antigos colegas de trabalho

Evento homenageia químicos que fizeram história da CETESB

O Fórum de Químicos da CETESB, criado em junho passado, aproveitou as comemorações do Ano Internacional da Química, em 2011, para fazer uma homenagem a um grupo de profissionais da área que atuou na companhia na década de 70, prestando relevantes serviços à sociedade, e também ao desenvolvimento do setor na empresa.

Com o slogan “Química: Nossa vida, Nosso Futuro”, a cerimônia foi realizada no dia 1º de dezembro, no auditório da sede. Na oportunidade, seis ex-funcionários receberam os cumprimentos e ouviram depoimentos de colegas atuais e antigos. Durante o evento foi lançado o Portal dos Químicos da CETESB, no qual, como parte das homenagens, os seis profissionais destacados foram incluídos na sua Galeria de Honra.

Entre seus objetivos, o Portal destacará a importância da química desenvolvida na CETESB e suas implicações para a população do Estado de São Paulo, divulgação de artigos e publicações relevantes, relacionadas à Química Ambiental, bem como contribuirá para a formação ou especialização de profissionais de química, para atuação na área ambiental.
Os seis homenageados foram:
– Cacilda Jiunko Aiba, bacharel em Química, em 1967, pela Universidade de São Paulo – USP; em 1973, doutora em Química Orgânica também pela USP; ela atuou na CETESB entre 1978 e 2007;
– Federico Jimenez Roman, engenheiro químico e engenheiro em segurança do trabalho, analista físico-químico especializado e técnico químico; trabalhou na CETESB entre 1975 e 1994;
– Ivan Ronaldo Horcel, um dos primeiros químicos da CETESB, desempenhou seu trabalho na companhia desde a sua criação, até o ano de 1991; anteriormente, trabalhou como técnico químico no Departamento de Águas e Esgotos de São Paulo e na diretoria do Fomento Estadual de Saneamento Básico – FESP, a qual deu origem à CETESB;
– João Ruocco Júnior, bacharel e licenciado em Química com atribuições tecnológicas pela USP, em 1969; foi um dos precursores da Química na CETESB, desenvolvendo papel fundamental desde a sua criação, até o ano de 1991;
– Renato Amaral, bacharel e licenciado em Química com atribuições tecnológicas pela USP, em 1969; trabalhou na CETESB entre 1976 e 1986, exercendo cargos de gerente nos laboratórios de Química Inorgânica e de Águas, e de Qualidade de Águas;
– Roberto Godinho, bacharel e licenciado em Química pela USP, em 1971, atuou como assistente técnico na direção da Superintendência de Saneamento Ambiental – SUSAM; supervisor de atividades de avaliação de qualidade do Ar; foi um dos principais responsáveis, na CETESB, pela instalação da Rede Telemétrica da Qualidade do Ar.
O presidente da CETESB, Otávio Okano, foi também homenageado por ser o primeiro presidente da empresa com formação em Química. Okano disse que se sentiu gratificado pela homenagem, pois foi com a Química que ele construiu sua vida e sua carreira, dando aulas em colégios, cursinhos e na UNICAMP – Universidade de Campinas, onde ele conheceu, em 1978, o engenheiro Nelson Vieira de Vasconcelos, que viria a ser presidente da companhia, e que o convidou a trabalhar no laboratório da Agência Ambiental de Ribeirão Preto. De lá para cá, Okano, atuou como químico e engenheiro e ocupou por duas vezes o cargo de diretor de Controle da CETESB e a presidência pela segunda vez.
Cacilda Aiba, que não escondia a satisfação pela homenagem, afirmou que seu sonho profissional se realizou na CETESB, onde encontrou a infra-estrutura necessária para o desenvolvimento de um trabalho sério e produtivo e também pela convivência com um corpo técnico de alta qualidade.
“A vida sem emoção não vale a pena”, com essa frase Roberto Godinho iniciou seu depoimento, relembrando os 20 anos em que trabalhou na companhia, ressaltando a convivência com os colegas. Para ele, a companhia ensinou o respeito às coisas públicas. “A CETESB pra mim foi como uma régua, aqui eu aprendi que tem coisas que não se negocia, como o respeito e a ética, coisas de que nosso País precisa tanto”, disse.
O evento contou ainda com a participação do vice-presidente Nelson Roberto Bugalho, do diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental, Carlos Roberto dos Santos, e do diretor de Controle e Licenciamento Ambiental, Geraldo Amaral Filho, além de funcionários de várias áreas da companhia, ex funcionários e convidados.
Na ocasião, foram destacados outros profissionais da química que também atuaram na CETESB: Daicy Gradia Horcel, Kátia Floretina Momo, Antonio Testa Neto, Luiz Roberto Baldo, Fernando Fukuda e lembrados os profissionais que vieram, em 1976, dos laboratórios do Alto da Boa Vista.
A gerente do Setor de Metrologia e Calibração da CETESB, Patrícia da Silva Trentin, disse que a escolha dos homenageados foi feita pelos membros do Fórum, composto por 70 profissionais, tendo como critério a indicação de funcionários que já não se encontram em atividade na companhia. Trentin ressaltou ainda que, esses profissionais também representam o pioneirismo na aplicação da química à tecnologia de saneamento básico e, recentemente, às questões ambientais no Brasil.
Após a cerimônia, o professor Renato Semmler, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares – IPEN e do Centro de Reator de Pesquisas – CRPq, apresentou uma palestra sobre Marie Curie, prêmio Nobel de Química em 1911, que se notabilizou pelas suas pesquisas sobre radioatividade e pela descoberta de novos elementos químicos como o polônio e rádio.
Texto: Rose Ferreira
Fotos: José Jorge