Funcionários da CETESB comemoram o Ano Internacional da Química

Químicos falam da importância da ciência nas atividades desenvolvidas pela CETESB.

Uma tabela periódica na mão. Este era o detalhe que chamava a atenção de quem entrasse no Auditório Augusto Ruchi, nesta terça-feira, 21.06. O motivo do encontro era a comemoração do Ano Internacional da Química, aprovado pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU, e a tabela foi um dos presentes oferecidos pelos organizadores do evento.

Para falar em nome dos profissionais da área, que atuam na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, foi convidado o químico Otavio Okano, presidente da entidade. “Fui pego de surpresa”, iniciou o presidente, referindo-se ao convite para abrir a solenidade. “Os químicos devem ter orgulho da sua profissão, pois a química é a base da vida”, disse.
Em sua explanação Okano fez um breve relato de como a química entrou em sua vida, já que a sua primeira formação é a Engenharia Civil. Relatou que um professor do ensino médio, na cidade de Ribeirão Preto, foi o primeiro a despertar o amor pelos elementos químicos. “Sebastião Barbosa foi o mestre que me apresentou à matéria”, lembrou.
Mas, embora sua opção profissional fosse outra, a química foi o seu primeiro instrumento de trabalho, pois o aluno de Engenharia, da Universidade de São Carlos, ministrava aulas dessa matéria em um cursinho da cidade para prover o seu sustento. O amor pelo ensino e também pela disciplina o levou a dar aulas para primeira turma de tecnólogos em Saneamento Ambiental, na Universidade Estadual de Campinas – Unicamp.
Em 1978, já como engenheiro civil, ingressa na CETESB, vindo a assumir o cargo de gerente do Laboratório da Agência de Ribeirão Preto, e sentindo necessidade de ampliar seus conhecimentos volta aos bancos escolares e se forma em Química Superior, pela Universidade de Ribeirão Preto.
Okano lembrou dos companheiros da CETESB que muito contribuíram para completar a sua formação nessa nova graduação. Entre eles, o químico Ivan Ronaldo Horcel, Francisco Jorge Ferreira e a Dra. Maria Inês Zanoli Sato. E, sem esconder uma pontinha de orgulho conclui: “Pela primeira vez na história da CETESB um químico é seu presidente”.
A manhã, em comemoração ao Ano Internacional da Química, contou ainda com a participação do químico Claudio Darwin Alonso, assessor da Diretoria de Avaliação de Impacto Ambiental, que falou aos presentes sobre “A importância da química na CETESB”. Em seguida, o professor Ivano Gutz, do Instituto de Química, da Universidade São Paulo, fez uma palestra sobre “A importância da química para o bem estar da comunidade”.
O encontro, que teve a presença do Vice – Presidente, Nelson Roberto Bugalho, e dos diretores Geraldo do Amaral Filho, Ana Cristina Pasini da Costa e Carlos Roberto dos Santos, foi finalizado com as apresentações do maestro e compositor Mário Albanese e do músico Krucis Khan, que executou algumas peças ao sitar, um tradicional instrumento indiano, da família do alaúde,
encantando a todos com a sonoridade desse instrumento.
2011 o Ano da Química
O ano de 2011 foi aprovado pela Assembléia Geral das Nações Unidas – ONU como o Ano Internacional da Química. A escolha teve um motivo especial: há cem anos, a cientista polonesa Marie Sklodowaka Curie recebeu o Prêmio Nobel em reconhecimento ao seu importante trabalho na descoberta dos elementos rádio e polônio. Esta foi a segunda condecoração recebida por Curie que foi a primeira mulher a receber o Prêmio Nobel.
Em homenagem à Marie, os organizadores do evento imprimiram no convite uma foto da cientista.
Texto – Cristina Couto
Fotografia – João França