Setor de Emergências da Cetesb recebe viaturas de última geração

Texto: Cris Couto
Fotografia: José Jorge

Manual de Produtos Químicos e georreferenciamento para emergências químicas são disponibilizados em aplicativos

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) adquiriu duas novas viaturas, adaptadas para o trabalho em emergências químicas. Os veículos foram oficialmente entregues, nesta sexta-feira (8), para o Setor de Atendimento a Emergências Químicas da Companhia.

As viaturas, que foram compradas com recursos oriundos de compensação ambiental da Fundação Florestal, contam, entre outros, com três equipamentos portáteis de detecção, que agregarão qualidade na identificação e quantificação de substâncias químicas. São um cromatógrafo gasoso acoplado a espetrofotômetro de massa, monitor para vapores de mercúrio e detector que combina diferentes sensores para identificação de gases e vapores tóxicos.

Para o presidente da Cetesb, Carlos Roberto, os novas viaturas vão agilizar o atendimento emergencial, evitando danos ao meio ambiente e a comunidade. “O bom atendimento de emergência é o que salva vidas” conclui.

Outra ferramenta apresentada foi o Manual de Produtos Químicos da Cetesb, que passou por uma reformulação de conteúdo e de sistema. Com informações atualizadas a edição foi construída em uma plataforma tecnológica, garantindo acesso via web, com diversos recursos de pesquisa para fichas químicas, o que concede dinamismo às consultas.

Eduardo Trani, secretário adjunto do Meio Ambiente, ressaltou “que o sucesso das politicas de controle e emergência é enriquecido pela tecnologia”.

O manual é composto por 96 Fichas de Resposta à Emergências Químicas. Cada uma delas estruturada em seis campos, contendo informações detalhadas sobre: identificação do produto; medidas de segurança; riscos ao fogo; propriedades físicas, químicas e ambientais e informações toxicológicas. O Manual será também disponibilizado na versão mobile para smartphone (android e IOS).

Geraldo Amaral, diretor de Controle e Licenciamento Ambiental da Cetesb, salientou a importância do Setor de Atendimento a Emergências, que com um pequeno grupo de especialistas “executa um trabalho vital para segurança ambiental e social”.

Outra novidade, no atendimento de emergências químicas, e o Aplicativo para Georreferenciamento de Emergências. Com ele será possível obter informações importantes, para o atendimento emergencial, tais como: cursos d’água e captações importantes próximas ao acidente, relevo, clima e vegetação do local, dentre outras. O usuário poderá ainda consultar todo o histórico de emergências atendidas pela Cetesb, desde 1978, realizando pesquisas e mapas por atividade, por município, por rodovia, etc.

Jorge Gouveia, gerente do Setor de Atendimento a Emergências da Cetesb, ressaltou que o dia de hoje é um marco para o setor. “Celebramos a entrega de ferramentas que agregarão um avanço no trabalho realizado”, conclui.

Ao final, os presentes assistiram ao vídeo “Primeiro no Local”, idealizado pela Comissão de Estudos e Prevenção de Acidentes no Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos do Estado de São Paulo, com a finalidade de orientar a primeira instituição a chegar no local de um acidente envolvendo o transporte de produtos perigosos. Tendo como base as informações concedidas no vídeo será possível desenvolver ações que proporcionarão segurança à população e ao meio ambiente, minimizando os impactos.

Na produção do vídeo participaram as seguintes instituições: Associação Brasileira da Indústria Química/Pro-Química, Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, Polícia Rodoviária Federal, CETESB, Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo, Secretaria Estadual da Saúde e a Associação Brasileira de Transporte e Logística de Produtos Perigosos.

O encontro contou, também, com a presença do chefe de gabinete da SMA, Antônio Vagner Pereira; do diretor de Gestão Corporativa da Cetesb, Waldir Agnello, e de representantes da Fundação Florestal, da Defesa Civil do Estado, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Secretaria Estadual da Saúde.

Setor de Atendimento a Emergências

A Cetesb,  por meio do Setor de Atendimento a Emergências e de suas Agências Ambientais esteve envolvido há mais de 11.000 acidentes envolvendo substâncias químicas.

O Setor de Atendimento a Emergências é constituído atualmente por 13 técnicos, com conhecimentos específicos relativos a riscos químicos, toxicologia, equipamentos de proteção individual, equipamentos portáteis de detecção, técnicas de contenção de vazamentos e gestão de emergências químicas.

As chaves das novas viaturas foram entregue,s simbolicamente, por Eduardo Trani e Carlos Roberto, para dois técnicos do Setor de Atendimento a Emergências: Laercio Parmagnani e Mauro de Souza Teixeira.