Um trabalho solidário e sem assédio

A CETESB adere a campanha da Corregedoria Geral da Administração contra o assédio sexual no trabalho.

Já se tornou uma tradição da CETESB, apoiar as grandes campanhas sociais. Na sexta-feira, 20/04, ela se integrou a mais uma, contra o assédio sexual no trabalho.

Os funcionários, ao chegar para sua jornada de trabalho, foram agraciados com um selo, para aderir em sua roupa, com a mensagem “Trabalho sem assédio sexual”. A campanha, idealizada pelo Governo do Estado, por intermédio da Corregedoria Geral da Administração, objetiva conscientizar os servidores públicos sobre a importância do respeito às mulheres, além de estimular uma parceria saudável no ambiente de trabalho.

O assédio ocorre sempre que houver uma manifestação sexual ou sensual não consentida pela pessoa a quem se destina. O fato pode causar impactos negativos na vítima, como ansiedade, depressão, perda ou ganho de peso, dores de cabeça, estresse e distúrbios do sono. Outra manifestação decorrente é a queda do rendimento e do interesse profissional.

A Corregedoria ressalta que pode ajudar a vítima a superar essa barreira, com a formalização de uma denúncia, na qual será apurada a conduta do assediador seguida de sua responsabilização, quando comprovado o caso de assédio sexual.
Para ilustrar a campanha e fortalecer o seu conceito, foram distribuídos, nos corredores da CETESB, cartazes com frases impactantes como: “Eu só queria ser simpático. Simpatia e assédio, o que separa é o constrangimento.”

Na CETESB, a Campanha é coordenada pela Diretoria de Gestão Corporativa, por meio do Setor de Administração de Serviços Médicos e Assistência Social.

Saiba mais: http://www.trabalhosemassediosexual.sp.gov.br/

Texto: Cristina Couto
Revisão: Cristina Leite
Fotografia: José Jorge