Motivadores e Objetivos da Logística Reversa

Para o Governo do Estado de São Paulo, entendemos que existem quatro motivadores para a implementação não apenas da logística reversa, mas de toda uma política moderna de resíduos sólidos, a saber:

  • Proteção ao ambiente e à saúde pública, evitando que a disposição inadequada dos resíduos provoque danos à saúde das pessoas ou ao meio ambiente;
  • Geração de oportunidades de negócios, principalmente a partir do potencial de revalorização dos resíduos – criando renda, emprego e arrecadação;
  • Atuação como uma “alavanca para a sustentabilidade”, promovendo um aumento na eficiência do uso dos recursos naturais ao substituí-los por materiais reutilizados e reciclados; e
  • Redistribuição de direitos e deveres sobre o gerenciamento dos resíduos.

Mais especificamente quanto à logística reversa, do ponto de vista internacional são também quatro os principais objetivos a serem buscados:

  • Melhorar fisicamente a gestão de resíduos, propiciando meios para que uma quantidade crescente destes resíduos seja adequadamente coletada e destinada;
  • Transferir a responsabilidade da gestão, principalmente financeira, dos municípios ao setor privado;
  • Aumentar a eficiência no uso dos recursos naturais pela sociedade, por meio do incremento nos índices de reuso, reciclagem e recuperação dos materiais; e
  • Incentivar a melhoria ambiental no projeto dos produtos e embalagens (promovendo o chamado ecodesign).