Documentos Elaborados

Desde a nomeação, em 2008, a CETESB como Centro Regional para a Convenção de Estocolmo sobre POPs, para os Países da América Latina e Caribe, elaborou documentos necessários para o cumprimento de atividades junto ao Secretariado da Convenção:

Plano de Trabalho do Centro Regional 2008-2009O Plano de Trabalho é um documento elaborado pelo Centro Regional e tem por objetivo proporcionar suporte técnico aos países em desenvolvimento da América Latina e Caribe (ALC) e da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), buscando a construção, o desenvolvimento e o fortalecimento de suas capacidades para a implementação das obrigações estabelecidas pela Convenção.

O Plano de Trabalho do Centro Regional 2008-2009, transmitido ao Secretariado de Estocolmo em 15 de setembro de 2008, apresenta cinco objetivos principais, a saber:

  1. Preparar o processo para a partida do Laboratório de Dioxinas e Furanos no prazo de um ano (análises de amostras ambientais, ar, cinzas, solo e sedimentos);
  2. Reforçar seis laboratórios existentes na ALC;
  3. Aprimorar a capacidade técnica do BRASIL para analisar PCBs e pesticidas organoclorados em amostras de sangue humano e leite;
  4. Promover a transferência de tecnologia aos Países da ALC;
  5. Elaborar site.

O Relatório de Atividades 2008-2009

O Relatório de Atividades 2008-2009 foi transmitido ao Secretariado de Estocolmo em abril de 2009, e apresenta as atividades realizadas até a data de transmissão.

Plano de Trabalho do Centro Regional 2010-2011

O Centro prevê oferecer três tipos especialização em POPs divididos em três módulos:

  • Módulo I: Gestão Ambiental em POPs . Proposta de programação do modulo I – clique aqui.
  • Módulo II: Monitoramento técnico operacional em POPs e em fontes de emissão de interesse da Convenção. Proposta de programação do modulo II – clique aqui.
  • Módulo III: Treinamento prático de seis laboratórios do GRULAC para monitorar PCBs e pesticidas organoclorados em amostras ambientais.

Este treinamento capacitará os participantes a monitorar PCBs e pesticidas organoclorados em amostras ambientais. Proposta de programação do modulo III – clique aqui.