CETESB inaugura estação de monitoramento

O município de Tatuí, localizado na microrregião de Sorocaba, onde se concentram mais de 1,3 milhão de habitantes e o segundo maior pólo ceramista do país, já conta com uma estação automática de monitoramento da qualidade do ar. A mais nova unidade integrada à rede telemétrica de monitoramento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB entrou em operação neste dia 07/04, instalada nas dependências da Escola Técnica Dr. Gualter Nunes, mantida pela prefeitura de Tatuí, à Rua Rui Barbosa, 601 – Bairro Valinho.

A estação medirá as concentrações de ozônio, óxidos de nitrogênio e partículas inaláveis, além de alguns parâmetros meteorológicos, como umidade relativa do ar, temperatura, direção e velocidade dos ventos, radiação solar global e UV (ultravioleta), e pressão atmosférica. Segundo Maria Helena Martins, gerente da Divisão de Qualidade do Ar da CETESB, a estação é fruto do processo de licenciamento ambiental da empresa multinacional de vidros Guardian, que está se instalando no município.

“Até o final do ano, pretendemos inaugurar outras cinco novas estações, ampliando a nossa rede de monitoramento no Estado”, afirmou o presidente da CETESB, Otávio Okano, durante a entrega da nova unidade automática. Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, prefeito de Tatuí, mostrou-se entusiasmado com a escolha do município para a instalação da segunda estação de monitoramento em funcionamento na região (Sorocaba também conta com uma unidade) e anunciou que pretende ampliar ainda mais a parceria com a agência ambiental. Tatuí também já assinou convênio com a CETESB, municipalizando o licenciamento ambiental.

A cidade é a 18ª do interior paulista a possuir uma estação automática de monitoramento da qualidade do ar, incorporando-se à rede de 41 estações da CETESB no Estado. Destas, 20 estações estão instaladas na Região Metropolitana de São Paulo e três, em Cubatão.

Texto:
Renato Alonso