Secretaria do Meio Ambiente inaugura estação de monitoramento da qualidade do ar, em Santos

Na terça-feira, 07.06, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente – SMA inaugurou a Estação de Monitoramento Automático da Qualidade do Ar, na cidade de Santos. Participaram da inauguração o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, o presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, Otavio Okano, o gerente da Agência Ambiental da CETESB de Santos, Paulo Sérgio Fonseca, o secretário municipal do Meio Ambiente, Fábio Nunes, representando o prefeito da cidade, João Paulo Papa, a diretora substituta do Hospital Guilherme Álvaro, Vera Lúcia Augusto, e o professor Roberto Guardani, do Centro de Pesquisas em Meio Ambiente – CEPEMA.
Esta é uma das ações da Semana do Meio Ambiente, que se estende até a próxima sexta-feira, 10.06, desenvolvendo o tema “Juntos cultivamos o futuro”.

A estação de monitoramento automático da qualidade do ar é a primeira instalada na cidade e a 42ª no Estado. O objetivo é medir a concentração atmosférica de óxido de nitrogênio, ozônio e partículas inaláveis, além de parâmetros meteorológicos como a velocidade e a direção dos ventos, temperatura e umidade relativa do ar.

A estação, que funcionará em parceria com o Centro de Pesquisas em Meio Ambiente – CEPEMA, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo -USP, foi instalada com recursos de compensação ambiental do licenciamento da Usina Termoelétrica Euzébio Rocha, localizada no Município de Cubatão.

“Os dados coletados pela estação de monitoramento servirão de indicadores para elaborarmos políticas públicas no sentido de solucionar a questão da qualidade do ar, preservando a saúde da população, e para que São Paulo alcance os novos padrões de qualidade do ar”, destacou o secretário Bruno Covas.

De acordo com o presidente da CETESB, Otavio Okano, “o local escolhido para a instalação do equipamento, o Hospital Guilherme Álvaro, é um ponto onde a qualidade do ar de Santos pode ser precisamente quantificada, além de ser estratégico pela segurança que oferece aos equipamentos”.

O professor Roberto Guardani, do CEPEMA, parceiro da SMA e da CETESB no projeto, lembra que “na vizinha Cubatão já existe um equipamento como este, que permite acompanhar as tendências e mudanças na qualidade do ar, decorrentes das alterações nas emissões dos poluentes e, assim, auxiliar no planejamento de ações de controle.”

A estação fornecerá dados on-line, atualizados a cada hora, na página da CETESB.

Texto: Luciana Reis.