Carreta de diesel pega fogo no Rodoanel

Quatro caminhões, dois veículos de passeio e uma perua van foram envolvidos no acidente no Km 68 do Rodoanel Trecho Sul, em 09/09 (sexta-feira). A carreta da BR Distribuidora, que se incendiou após colidir com a traseira de outro caminhão, transportava 25 mil litros de óleo diesel, distribuídos em cinco compartimentos; dois, com 10 mil litros no total, foram consumidos pelo fogo. O produto que restava nos outros três compartimentos intactos foi transferido para outro veículo. Todos os caminhões e veículos envolvidos foram removidos do local e as principais ações emergenciais foram concluídas no final de semana.

Técnicos da Cetesb constataram que o sistema de contenção instalado embaixo da ponte para conter produtos em caso de vazamentos não resistiu ao calor. Os dutos que escoam para as caixas de contenção da ponte são de material plástico (PVC) e, devido ao calor das chamas vieram a se deformar, destacando-se de suas junções, fato que ocasionou derrame de óleo diesel em chamas para o leito da represa, atingindo também uma estrada de terra da concessionária SPMar. O que atingiu o corpo da represa Billings foi somente água residual de combate ao incêndio. Não foi necessário realizar serviço de recolhimento do produto, já que o óleo foi consumido pelas chamas. Por precaução, a Sabesp foi acionada.

Além da carreta da BR Distribuidora com óleo diesel, os demais caminhões envolvidos no acidente transportavam pedras e sucatas metálicas, e não foi possível se confirmar a carga do quarto veículo, totalmente consumido pelas chamas.

Ainda na tarde da sexta-feira (09/09), duas embarcações fizeram vistorias em vários pontos da Billings, avaliando possíveis impactos na área onde ocorreu o acidente. Não se verificaram manchas ou iridescências indicativas da presença de óleo, ou mesmo mortandade de peixes. À noite, até por volta das 21h, foram concluídos alguns trabalhos de limpeza, bombeamento de resíduos líquidos e, preventivamente, de colocação de tampões nas bocas do sistema de contenção.

As ações emergenciais tiveram continuidade no sábado (10/09) de manhã, com a presença dos técnicos da Cetesb, que acompanharam os seguintes trabalhos: remoção do solo contaminado presente sob a ponte na proximidade da estrada de serviço; esta remoção foi feita com a utilização de retroescavadeira cujo resíduo sólido era transferido para um caminhão-carroceria; esgotamento da caixa de contenção com presença de água com resíduo oleoso por meio de caminhões-vácuo; limpeza por meio de hidrojateamento da rodovia no trecho do acidente. Como o resíduo gerado era oleoso, uma vez que havia sobre o pavimento óleo diesel queimado, o resíduo gerado foi encaminhado à caixa de contenção presente na outra extremidade da ponte para o devido esgotamento. Por fim, a Cetesb exigiu da transportadora um cronograma de atividades considerando os procedimentos que estariam sendo ultimados nos dias subsequentes, considerando, entre outros aspectos, a limpeza e descontaminação do interior das caixas de contenção.

Atualizado às 11h00 de 12/09/2016