Delegação do Ministério da Proteção Ambiental da China visita a Cetesb

interna (2)

A Cetesb recebeu, no dia 27 de outubro, a delegação do Gabinete do Serviço de Cooperação Econômica Externa, do Ministério da Proteção Ambiental da China, liderada pelo diretor do escritório de Implementação da Convenção de Estocolmo, Sun Yangzhao, para reunião e visita técnica, visando ao intercâmbio de informações e cooperação sobre possíveis medidas de controle dos poluentes orgânicos persistentes (POPs).

Agendada a pedido do diretor, a reunião foi motivada pelo interesse em um trabalho conjunto, manifestado, já em outubro 2015, quando Yangzhao visitou às instalações da Cetesb.

Contando com a participação de especialistas da Cetesb, a delegação pôde conhecer os principais trabalhos desenvolvidos pela empresa, como: Avaliação de Impacto Ambiental, POPs não intencionais, Tratamento de Resíduos, Gerenciamento de Solo e Águas Subterrâneas, Gerenciamento de Áreas Contaminadas, Laboratórios Ambientais, Logística Reversa de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos, Emergências Químicas.

Otavio Okano, presidente da Cetesb, expressou a relevância da parceria como mecanismo de aprimoramento técnico. “A troca de tecnologia é muito importante para ambos os países”, salientou o presidente.

interna

As autoridades chinesas tiveram também a oportunidade de visitar os laboratórios de análises ambientais da companhia.

Composta por seis integrantes, a delegação chinesa participou ainda, nos dias 25 e 26 de outubro, no Ministério do Meio Ambiente em Brasília, de uma reunião, com o mesmo propósito de intercâmbio de informações e cooperação no que se refere aos POPs.

O encontro em Brasília foi acompanhado pela engenheira Lady Virginia Traldi Meneses, gerente da Divisão de Acordos Multilaterais e coordenadora técnica das atividades do Centro Regional/Cetesb, atendendo ao convite do Ministério.

Sobre

Convenção de Estocolmo é um tratado internacional assinado em 2001, na cidade de Estocolmo, Suécia, em vigor desde 2004, sobre poluentes orgânicos persistentes (POPs).

A Cetesb trabalha como Centro Regional da Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) para Capacitação e Transferência de Tecnologia entre os países da América Latina e Caribe.

Fotos: José Jorge/Pedro Calado