CETESB inaugura nova estação automática de monitoramento do ar em Limeira

O novo equipamento se soma a outros 61 que fornecem também dados dos parâmetros meteorológicos como direção e velocidade do vento, temperatura e umidade do ar e radiação solar

A CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) inaugurou nesta terça-feira, 16 de julho, sua nova estação automatizada para monitoramento da qualidade do ar em Limeira.

Adquirida com recursos do Banco Mundial, a estação de monitoramento substituirá a existente no local desde janeiro de 2016. O novo instrumento conta com equipamentos de última geração que vão monitorar os poluentes: partículas inaláveis (MP10), partículas inaláveis finas (MP2,5), óxidos de nitrogênio (NOx) e ozônio (O3), além dos dados meteorológicos como direção e velocidade do vento, temperatura e umidade do ar e radiação solar.

“Esse equipamento é mais um importante aliado dos técnicos da CETESB para gerar dados e informações que vão continuar auxiliando o Governo do Estado a tomar decisões visando mais qualidade de vida para a nossa população”, disse o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

O novo dispositivo é fruto do Projeto de Transportes Sustentável de São Paulo, dentro do Programa de Transporte, Logística e Meio Ambiente, cujo componente ambiental é coordenado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente. O DER (Departamento de Estradas de Rodagem), coordena a execução administrativa e financeira do projeto e contou com o apoio da prefeitura de Limeira na instalação da estação disponibilizando o local e parte da infraestrutura.

“É importante ressaltar que o Estado de São Paulo possui regiões com diferentes atividades econômicas que demandam formas diferenciadas de monitoramento e controle da poluição. Desde a década de 70, a CETESB mantém redes de monitoramento da qualidade do ar para avaliar os níveis de poluição atmosférica em diferentes escalas de abrangência. Vamos investir cada vez mais em tecnologias para que esse monitoramento seja mais eficiente e possa nos fornecer dados reais para que sejam criadas novas políticas públicas pela qualidade do ar em nosso Estado”, afirma a diretora-presidente da CETESB, Patricia Iglecias.

A CETESB desenvolve uma série de programas e atividades com o objetivo de melhorar a qualidade do ar no estado como o Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV), o Plano de Redução de Emissão de Fontes Estacionárias (PREFE), a fiscalização e controle das emissões industriais e o programa de fiscalização de fumaça dos veículos a diesel.

Em 2018, a CETESB contou com 61 estações automáticas fixas, uma estação automática móvel e 26 pontos de monitoramento manual distribuídos por todo o território paulista.

Os dados gerados são disponibilizados no site www.cetesb.sp.gov.br/ar, permitindo que a população seja informada em tempo real sobre a qualidade do ar.