Representantes dos Comitês de Bacia se reúnem na CETESB

A reunião buscou alinhar diretrizes e metas nos projetos tratados nos comitês

Representantes da CETESB nos Comitês de Bacias Hidrográficas do Estado estiveram reunidos no dia 10/3, na sede da Companhia, com o objetivo de destacar a importância do papel da agência no Sistema Estadual de Recursos Hídricos e como esses interlocutores podem colaborar no aperfeiçoamento de projetos que estão em discussão nos CBHs, contando com o apoio técnico das diversas áreas técnicas da companhia.

Segundo a diretora-presidente Patrícia Iglecias, todos os pontos de interesse da CETESB que estejam em pauta nos Comitês devem ser levantados pelos representantes, bem como as decisões e as dificuldades encontradas nas reuniões plenárias ou nas Câmaras Técnicas. Posteriormente, essas questões devem ser repassadas ao Grupo Técnico de Acompanhamento, instalado na empresa para acompanhar o que vem sendo discutido nessas reuniões. Esse trabalho será acompanhado pelo representante na Presidência, o assistente executivo, João Potenza, e também pela interlocutora entre os representantes dos CBHs, a assessora Maria Emília Botelho.

“É importante que haja um entrosamento entre todos os representantes. De parte da Presidência, estaremos coordenando esta representação nos Comitês de Bacias, com diretrizes e metas a serem atingidas”, afirmou a presidente.

A reunião também contou com a participação do coordenador de Recursos Hídricos da SIMA, Rui Brasil Assis, que apresentou um breve histórico do Sistema de Gerenciamento de Recursos Hídricos, abordando acontecimentos da década de 1980, a evolução dos Comitês, bem como a importância do FEHIDRO em alavancar seu funcionamento.

Falou, ainda, sobre a situação atual do SIGRH e desafios da Coordenadoria como o aprimoramento dos planos de recursos hídricos, o desenvolvimento de diretrizes para o enquadramento/reenquadramento dos corpos de água e a revisão do modelo de agência de bacia, entre outros. “Enfim, foi um espaço para trocar ideias e responder questões de interesse dos participantes da CETESB nos CBHs”, concluiu o coordenador.