Especialista da CETESB participa de workshop na Argentina

William Viveiros explanou sobre as atribuições da CETESB com relação ao controle ecotoxicológico de efluentes líquidos no estado de São Paulo.

O gerente do Setor de Ecotoxicologia Aquática, William Viveiros, representou a CETESB no Workshop “Ecotoxicidade de Efluentes – Definindo as bases para a futura regulamentação na América Latina”, entre 29/11 e 02/12, na cidade de Buenos Aires, com promoção da SETAC – LA – Sociedade de Toxicologia e Química Ambiental da América Latina.

A ideia do encontro foi aprimorar as apresentações realizadas no 14º Congresso da SETAC- LA, que teve como sede o Chile. A discussão girou em torno da utilização de ensaio ecotoxicológico como um possível parâmetro ambiental, com especial atenção ao trabalho integrado entre pesquisadores e entidades regulatórias, objetivando um possível estabelecimento de critérios ecotoxicológicos como meta regulatória.

Na oportunidade, William Viveiros proferiu palestra relacionada às estratégias regulatórias no estado de São Paulo, com ênfase nas legislações federal e estaduais para o controle ecotoxicológico de efluentes líquidos. Segundo o pesquisador “a participação no evento foi importante para a divulgação do trabalho da CETESB no que se refere ao controle ecotoxicológico de efluentes líquidos.”

Um compromisso firmado, ao término do encontro, foi manter a realização periódica de oficinas de trabalho, com o objetivo de acompanhar e subsidiar as ações necessárias para que os órgãos ambientais e instituições responsáveis consigam implementar o controle ecotoxicológico de efluentes em seus respectivos países, “o compromisso firmado representa um ganho sem precedentes na proteção das comunidades aquáticas e na redução de impacto sobre as águas superficiais”, concluiu Viveiros.

Participaram do workshop instituições ambientais – do Brasil, do Peru, da Argentina, da Bolívia, do Uruguai e do Chile – além de representantes de instituições privadas, da indústria e de universidades da América Latina.

O evento foi sediado no INA – Instituto Nacional das Águas, em Buenos Aires/Argentina, na modalidade híbrida – presencial e online via plataforma.

Gerente do Setor de Ecotoxicologia Aquática, William Viveiros

Foto: SETAC – LA – Sociedade de Toxicologia e Química Ambiental da América Latina/ Willian Viveiros