Opinião: empresas de petróleo seguem produzindo alheias à crise climática

por Ricardo Abramovay, do TAB

A inundação que paralisou e feriu São Paulo esta semana e as chuvas torrenciais que deixaram mortos e mais de 50 mil desabrigados no Espírito Santo e em Minas Gerais, no final de janeiro, vão se repetir e se intensificar. É claro que, como alerta o recém-lançado trabalho da McKinsey, uma das mais respeitadas consultorias globais, sobre os impactos físicos das mudanças climáticas, ninguém pode prever exatamente quando e onde “eventos climáticos extremos” vão ocorrer…

Fonte: TAB > Opinião