Beneficiários do Plano

Podem ser Beneficiários:

  • Cônjuge ou companheiro(a)
  • Filhos e tutelados menores de 24 anos solteiros, sendo: de 18 a 21 anos, desde que dependentes, e de 21 a 24 anos, desde que dependentes e estudantes regularmente matriculados em instituições regulamentadas pelo MEC.

A condição de estudante deverá ser comprovada anualmente com a apresentação de atestado de matrícula.

Obs.: Filhos – Apresentação de certidão de nascimento, CPF e RG.Guarda e tutela – Apresentação de termo judicial de guarda/tutela e certidão de nascimento, CPF e RG.

Documentação para inclusão de Cônjuge

  • Cópia da certidão de casamento, Cópia do CPF, RG, PIS/PASEP e preenchimento na integra do formulário “Autorização para Desconto de Despesas Médico Hospitalar

Inclusão de Companheiro (a)

  • Só poderá incluir companheiro (a) se o (a) titular for solteiro (a), viúvo (a), separado (a) judicialmente ou divorciado (a) mediante apresentação de documentação comprobatória.

Documentação para inclusão de companheiro (a)• Declaração de União Estável requerida em Tabelionado – apresentação obrigatória.

  •  Cópia do CPF, RG, PIS/PASEP e preenchimento na integra do formulário “Autorização para Desconto de Despesas Médico Hospitalar

E comprovação de mais 02 (dois) itens da relação abaixo

  • Certidão de nascimento de filho havido em comum
  • Certidão de casamento no religioso
  • Conta bancária conjunta
  • Apólice de seguro da qual conste o empregado (a) como instituidor do seguro e a companheira (o) como sua beneficiária
  • Escritura de compra de imóvel pelo empregado (a) em conjunto com a companheira (o)
  • Comprovante de residência dos interessados
  • Declaração do imposto de renda do empregado (a), dos dois últimos anos, em que conste a companheira (o) como sua dependente
  • Disposições testamentárias
  • Anotações constantes na Carteira de Trabalho e Previdência Social

Obs.: Quando houver qualquer alteração do estado civil ou condição de dependência aqui estabelecidas o ARAM deverá ser comunicado imediatamente para as exclusões necessárias.

A não comunicação do empregado (a) incidirá em sanções administrativas