Laboratório de Emissão Veicular

O Laboratório de Emissão Veicular da CETESB foi o primeiro laboratório governamental do país e opera realizando ensaios de emissão em veículos rodoviários automotores leves do ciclo Otto movidos à gasolina, etanol combustível, suas misturas e gás natural veicular (GNV) desde sua inauguração em outubro de 1977.

Possui atualmente entre seus equipamentos, um dinamômetro de chassi hidráulico, uma câmara selada para medição de emissões evaporativas, amostradores de gases, analisadores de CO, CO2, NOx, THC e CH4, um cromatógrafo líquido de alta performance para análise de aldeídos e cetonas, um cromatógrafo para análise de etanol não queimado e um espectrômetro de infravermelho de bancada com célula de gás.

O dinamômetro é composto por discos de inércia para reprodução da massa do veículo, e uma célula de absorção de potência para transferir ao dinamômetro o arraste aerodinâmico do veículo, obtido a partir de ensaios de determinação da resistência ao deslocamento por desaceleração livre em pista de rolamento.

O Laboratório foi o primeiro no país a ser acreditado pelo Cgcre – Coordenação geral de Acreditação do INMETRO, fazendo parte da RBLE – Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaio desde 1987 sob o nº CRL 0020, e, apto a realizar os seguintes ensaios acreditados segundo a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em veículos rodoviários automotores leves do ciclo Otto:

  • ABNT NBR 6601 – Determinação de hidrocarbonetos, monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio e dióxido de carbono no gás de escapamento;
  • ABNT NBR 12026 – Determinação da emissão de aldeídos e cetonas contidos no gás de escapamento por cromatografia líquida – Método DNPH;
  • ABNT NBR 7024 – Medição de consumo de combustível – Método de ensaio;
  • ABNT NBR 11481 – Medição da emissão evaporativa.

A Tabela de Preços dos ensaios mencionados está disponível aqui.

A partir da Resolução CONAMA nº 18/1986 instituindo o início do PROCONVE – Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores, o Laboratório, que já havia sido utilizado na elaboração da base técnica do programa,  tornou-se de fundamental importância para a manutenção do mesmo. Nesse sentido, efetua ensaios para aprimoramento de novas tecnologias, desenvolvimento de técnicas de amostragem, treinamento técnico profissional e homologação de novos modelos de veículos.

O Laboratório realiza também ensaios de pesquisas de caráter ambiental. Já participou diretamente na elaboração de oito dissertações de mestrado, três teses de doutorado e de inúmeros artigos, além de realizar serviços a terceiros, como pré-testes a fabricantes, montadoras e importadores de veículos automotores, controle de produção, levantamento de fatores de deterioração, dentre outros.

Periodicamente, o Laboratório participa de ensaios de proficiência entre laboratórios dos principais fabricantes, montadoras e importadores de veículos e peças no Brasil, com a coordenação do INMETRO, visando o acompanhamento e aprimoramento das técnicas de amostragem e análise de todos os poluentes regulamentados.

O Laboratório está aberto a novas parcerias para atividades e pesquisas de cunho ambiental.

Laboratórios descentralizados

A CETESB conta com um laboratório de emissão veicular no município de São Bernardo do Campo, com área construída de 1400 m². Este laboratório, inaugurado em 2017 foi construído com recursos da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – ANFAVEA, objeto de acordo judicial em virtude do não atendimento à Fase P6 do PROCONVE pelos fabricantes de veículos diesel.

O Laboratório é equipado com modernos equipamentos para a avaliação dos gases de escapamento de veículos movidos a óleo diesel, contando com dois bancos de testes, um com dinamômetro de bancada para motores até 500 kW de potência e 3000 Nm de torque e outro com dinamômetro de chassi para veículos diesel leves.

Com esses sistemas e equipamentos, a CETESB possui capacidade de realizar ensaios laboratoriais para pesquisa, homologação, certificação e serviços.

Os ensaios de motor de veículos diesel pesados são realizados em dinamômetro de bancada, efetuando-se medições em diversos regimes de funcionamento, dentro da sua faixa de utilização, conforme Resolução CONAMA (R.C) vigente e norma ABNT NBR 15634 – Veículos rodoviários automotores – Análise e determinação do gás de exaustão segundo os ciclos ETC, ESC e ELR.

Os motores de máquinas agrícolas e rodoviárias são testados na mesma instalação, de forma análoga aos motores de veículos pesados, mas em conformidade com a Resolução CONAMA (R.C) vigente e norma ABNT NBR ISO 8178.

A instalação possui equipamentos para controle das principais variáveis envolvidas no funcionamento do motor, garantindo reprodutividade e repetitividade de resultados.

Os dinamômetros de chassi para ensaios de veículos possuem mecanismos para reproduzir o comportamento dinâmico em uso normal, simulando a massa inercial e as dissipações de energia por atrito mecânico e resistência aerodinâmica ao deslocamento.

As medições das emissões de poluentes de veículos são realizadas com ambiente controlado e em condições padronizadas que reproduzem da melhor forma possível aquelas de sua utilização normal, sendo estabelecidas pela R.C vigente e conforme as normas ABNT NBR 6601, ABNT NBR 12026, ABNT NBR 15598, ABNT NBR 11481, ABNT NBR 7024 e ABNT NBR 10972.

O laboratório realiza também ensaios de índice de opacidade do gás de escapamento de veículos diesel em aceleração livre. Procedimento em conformidade com a norma ABNT NBR 13037.

Essa infraestrutura tecnológica garante a capacidade de realizar ensaios dentro da CETESB, trazendo avanços no controle de emissão dos veículos e motores, assim como desenvolvimento e formação técnica do corpo de especialistas da CETESB. Permite avaliar continuamente a qualidade, a durabilidade e a confiabilidade dos veículos e motores, nacionais e importados, comercializados no território nacional quanto aos seus sistemas de controle de emissão de gases e partículas e formar um banco de dados atualizado de valores típicos de emissões.

Na mesma área em São Bernardo do Campo, está em construção outro laboratório, objeto de convênio entre a CETESB e a Companhia de Trens Metropolitanos – CPTM. Este deverá contar com três bancos de teste de emissões de escapamento e uma câmara Shed para emissão evaporativa. Os bancos de emissão de escapamento são para teste de motociclos, veículos leves e motores médios, até 220 kW de potência.