Cetesb interdita terminal de grãos no porto de Santos

A CETESB interditou temporáriamente nesta quarta-feira 20, a empresa Caramuru Alimentos S.A., localizada no porto de Santos. Foram lacradas as esteiras transportadoras de granéis sólidos vegetais, tais como: soja, farelo de soja, milho e pellets de polpa cítrica. A interdição temporária se deu devido à emissão significativa de material particulado (poeiras) e odores fétidos, proveniente do trabalho de carregamento dos navios, o que acarretou inúmeras reclamações da população.

Desde 2012, a empresa já havia recebido da CETESB três multas no valor total de 494 mil reais, por emissão de material particulado para a atmosfera, quando do carregamento de porões de navios. Como não cumpriu as exigências de controle feitas pelo órgão ambiental para eliminar a emissão de poluentes, a empresa foi interditada parcialmente, até que apresente para aprovação o projeto para retenção dos poluentes e controle ambiental.

Para a realização do embarque de granéis sólidos em navios, a Caramuru utiliza dois carregadores, identificados como “ship loader”, instalados no berço de atracação 38 da Codesp. Na operação de fiscalização realizada hoje pelos técnicos da Agência Ambiental de Santos, foram lacradas as esteiras transportadoras de carga.

IMG_2529IMG_2520