CETESB multa empresa do corredor de exportação de granéis no porto de Santos

Dreyfus2

Em menos de 15 dias a CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo multou o segundo terminal de carregamento de grãos no porto de Santos por emissão de poluentes na atmosfera. A empresa Louis Dreyfus Commodities Brasil S/A foi penalizada, nesta quinta-feira 4, em R$ 282.600,00, por emitir material particulado durante a operação de carregamento de farelos pelo sistema “shiploader” (carregador), no porão do navio M.V. The Creator, ocasionando incômodos à população.
Esta foi a terceira multa imposta ao terminal por problemas de emissão de poluentes na operação das esteiras transportadoras de grãos. A primeira foi em junho de 2015, no valor de R$ 70.650,00, e a segunda em agosto do mesmo ano, de R$ 141.300,00, totalizando agora R$ 494.550,00. A atividade de carregamento do porão com produto em granel é considerada pela CETESB como a parte mais crítica durante a operação de transporte do navio.

Para esse serviço é utilizado um equipamento denominado “bico-de-pato”, responsável por parte significativa das emissões de material particulado. Por isso, uma das exigências técnicas que acompanha a multa é a proibição do uso desse equipamento para acomodação da carga no porão do navio. No prazo de 90 dias, a Louis Dreyfus deverá apresentar à CETESB um projeto detalhado de equipamento adequado de controle de poluentes para o serviço de carregamento dos navios.

Dreyfus1