SMA e Polícia Ambiental fecham lixão clandestino em Vargem

A Polícia Ambiental e a Secretaria do Meio Ambiente realizaram nesta quinta-feira, 19, uma operação que interditou uma área onde funcionava um lixão a céu aberto na cidade de Vargem, no interior paulista.

No local, a polícia flagrou toneladas de lixo espalhadas irregularmente pela área que deveria ser um aterro sanitário. O secretário Ricardo Salles participou da operação.

“É uma área com bastante incidência de rios, nascentes. A contaminação vai acontecer. É muito grave”, afirmou Salles durante a operação, que também descobriu que a área servia para o descarte de lixo industrial. “A responsabilização do agente público que permite a utilização de um aterro como esse tem implicações, inclusive penais”.

A área era monitorada há dois anos pela secretaria e já se sabia que o lixão funcionava sem documentação necessária para operar.

Além de ter sido multada várias vezes por autorizar o funcionamento do lixão, a prefeitura de Vargem também vai responder criminalmente pelo caso. A polícia registrou um BO por prática de atividade com potencial poluidor.

Fiscalização