Ações de logística reversa são apresentadas na Fecomercio

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) foi convidada para apresentar suas ações de logística reversa na reunião do Conselho de Sustentabilidade da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), na terça-feira, 16 de julho, na capital paulista.

Com o objetivo de esclarecer dúvidas das entidades do comércio e estabelecimentos comerciais que detêm marcas próprias, a assessora da Presidência da CETESB Lia Helena Demange falou sobre as ações de logística reversa, principalmente no que se refere aos municípios e ao licenciamento.

A Decisão de Diretoria nº 76/2018C, sobre a exigibilidade da logística reversa no licenciamento ambiental, foi um dos temas abordados. De acordo com Lia Helena, as empresas têm prazo para comprovar a logística reversa e, caso não seja cumprido, podem ser autuadas.

Quanto aos municípios, a CETESB tem realizado reuniões de trabalho com consórcios e grupos de municípios para orientá-los sobre o controle de pontos de coleta de resíduos –  na troca de informações e na divulgação de pontos.  Até o momento, há mais de 190 municípios alcançados.

“A participação na reunião do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP está alinhada com o Programa CETESB de Portas Abertas, por meio do qual orientamos as empresas quanto às dúvidas em relação ao atendimento à legislação ambiental”, explicou Lia Helena.

Importante destacar que a implantação da logística reversa, uma das prioridades de atuação da CETESB, é uma ferramenta para aperfeiçoar a gestão de resíduos no Estado de São Paulo.