Acidente, em Arujá, provoca queima de 22 toneladas de produto químico

O tombamento de uma carreta, seguido de incêndio, provocou a queima de uma carga de 22 toneladas de anidrido ftálico, produto utilizado na indústria de plásticos.

O acidente ocorreu em 11.01, no Município de Arujá, por volta das 14h00, na altura do km 36 da Rodovia Pedro Eroles, que liga a cidade Mogi das Cruzes à Rodovia Presidente Dutra.Técnicos da Agência Ambiental de Guarulhos e do Setor de Operações de Emergência, da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, acompanharam a operação de combate ao fogo e recuperação do material queimado que, depois de derretido pelo calor, solidificou-se no asfalto e nas canaletas de drenagem de águas pluviais.

O anidrido ftálico, acondicionado em sacos, tem propriedades corrosivas e, em contato com água da chuva, teria entrado em combustão como ocorreu nesse acidente. Os técnicos supõem que o travamento do sistema de freios da carreta tenha causado o acidente e gerado o calor que provocou o incêndio. A carga, da Petroquímica Mogi das Cruzes – Petrom, estava sendo transportada pelo Expresso Apolinário Transporte de Cargas Ltda., para uma empresa em Taboão da Serra.

A operação contou com a participação do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Estadual.

Texto
Newton Miura

Fotografia
Setor de Operações de Emergência