Técnicos da Cetesb prestam serviços em base brasileira na Antártica

Antartida Interna 07

Técnicos em avaliação e reutilização de áreas contaminadas da Cetesb foram enviados à Antártica para a execução da quarta campanha de monitoramento e amostragem de solo na base brasileira Comandante  Ferraz, após o incêndio ocorrido na estação em 2012. Os trabalhos de investigação, que estão sendo realizados em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente, avaliam as possíveis áreas afetadas por contaminação e quais medidas devem ser adotadas para os trabalhos de remediação.

A engenheira Danielle Martins, do Setor de Reutilização de Áreas Contaminadas, e o técnico Jessé Soares, do Setor de Avaliação e Auditoria, estão tendo que superar constantemente os desafios inerentes ao continente antártico, os quais estão relacionados, predominantemente, às mudanças bruscas das condições climáticas (ventanias, chuvas, nevasca etc.), que dificultam e postergam as atividades programadas.

As coletas de solo superficial estão sendo feitas por amostragem multi-incremento, cujas amostras serão enviadas aos laboratórios de Química Orgânica e Inorgânica da Cetesb, em São Paulo, para análises de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos e metais.

A campanha de monitoramento e amostragem de solo será concluída ao final deste mês, com retorno da equipe programado para o início de março de 2016.

Contaminação de solo

As amostras das primeiras campanhas feitas por técnicos da Cetesb revelaram a redução nas concentrações de dioxinas e furanos, contaminantes liberados no incêndio da base de pesquisas brasileira. A concentração média nos sedimentos das áreas avaliadas durante a primeira delas girou em torno de 72,7 ng/kg (nanogramas/kg).

Houve ainda a contaminação por vazamento de combustível, que acontece nas operações de abastecimento de máquinas e veículos. A nova estação brasileira, que está sendo construída, prevê a modernização do sistema de abastecimento dos equipamentos, para evitar essa forma de contaminação do solo. A recuperação desse solo é feita por meio de uma biopilha, desenvolvida pela Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), em Minas Gerais, que estimula a atividade bacteriana no solo e promove a degradação dos contaminantes em compostos não tóxicos.

A Estação Antártica Comandante Ferraz localiza-se na Baía do Almirantado, Ilha Rei George, arquipélago Shetland do Sul. Essa região apresenta temperatura média anual de -2,8ºC, sendo que no verão a média é de 0,9ºC e no inverno, de -7ºC. A maior parte da superfície livre de neve está coberta por sedimentos compostos principalmente por fragmentos e seixos de rochas vulcânicas.

Antartida Interna 01 Antartida Interna 02 Antartida Interna 03 Antartida Interna 04 Antartida Interna 05 Antartida Interna 06 Antártida1

Matéria relacionada

Cetesb realiza nova campanha de coleta de amostras na Antártica