Live – A importância das políticas públicas para a qualidade do ar – 09.03.2021


O tema da vez é A importância das políticas públicas para a qualidade do ar.

Você sabia que o monitoramento da qualidade do ar, com a avaliação das concentrações de poluentes no Estado de São Paulo, foi iniciado na Região Metropolitana de São Paulo, em 1972? Atualmente a CETESB possui estações medidoras na Região Metropolitana de São Paulo, no interior e no litoral do Estado, além de estações móveis, que são utilizadas em estudos temporários, num total de 62 fixas e 2 móveis.
As estações da rede automática têm capacidade de processar as amostragens em tempo real. Essas médias são transmitidas para a central de telemetria e armazenadas em servidor de banco de dados, onde passam por validação técnica periódica e, posteriormente, são disponibilizadas de hora em hora no endereço eletrônico da empresa.

Na nossa live, vamos abordar a Importância das Políticas Públicas para a Qualidade do Ar, tema importante quando se trata de poluição do ar, um dos maiores problemas ambientais da atualidade, que compromete a saúde e a qualidade de vida da população do Estado de São Paulo.

Mediadora:

Patrícia Iglecias – Diretora-presidente da CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo

Professora Associada da Faculdade de Direito da USP.
Orientadora dos cursos de mestrado e doutorado da Faculdade de Direito da USP e do Programa de Ciência Ambiental da USP (PROCAM)
Superintendente de Gestão Ambiental da Universidade de São Paulo de 2016- 2019.
Livre-Docente (2011), Doutora (2007) e Mestre (2002) pela USP
Diretora do Escritório Regional do Programa Cidades do Pacto Global da ONU – USP.
Foi Secretária de Estado do Meio Ambiente – São Paulo.
Principais áreas de atuação: consumo sustentável; logística reversa; resíduos sólidos e responsabilidade civil pós-consumo; responsabilidade compartilhada; nexo de causalidade; áreas contaminadas; responsabilidade civil por danos ao meio ambiente; compensação ambiental.

Convidados:

Carlos Ibsen Vianna Lacava – Gerente do Departamento de Apoio Operacional da Diretoria de Engenharia, Tecnologia e Qualidade Ambiental da CETESB. Bacharel em meteorologia pela Universidade Federal de Pelotas, mestrado em meteorologia pela Universidade Federal da Paraíba, MBA em Gestão e Tecnologias Ambientais pela USP.
Funcionário da Cetesb há 28 anos, atuando principalmente em qualidade do ar e emissões.

Evangelina Vormittag – Diretora Executiva do Instituto Saúde e Sustentabilidade – ISS. Idealizadora e Diretora do Instituto Saúde e Sustentabilidade, fundado há nove anos. É médica patologista clínica com especialização em microbiologia e Doutora em Patologia pela Faculdade de Medicina da USP. Atuou nesta área durante 15 anos e foi Diretora Técnica do Laboratório de Microbiologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Trabalhou como pesquisadora na Merck Sharp & Dohme e Hospital Israelita Albert Einstein. É especialista em Gestão de Sustentabilidade pela Faculdade de Administração da FGV SP e em Gestão de Políticas em Saúde Informadas por Evidências, pelo Ministério de Saúde. É consultora na área de saúde e sustentabilidade, para instituições de pesquisa, organizações da sociedade civil, empresas e governo.

Carmen Araujo – Diretora Geral do escritório do International Council on Clean Transportation – ICCT no Brasil. Engenheira de produção com 20 anos de experiência em transportes e política ambiental. Desde 2016, é diretora geral do escritório do ICCT no Brasil, onde atua com formuladores de políticas e parceiros, e aconselhando pesquisas do ICCT sobre veículos e combustíveis limpos no país. Anteriormente, foi diretora de Operações do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) por 10 anos, e também trabalhou como consultora para a William and Flora Hewlett Foundation e a Fundação Instituto de Administração (FIA) em projetos do setor público. Possui experiência adicional no setor privado com empresa de tecnologia e experiência acadêmica como professora do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade de São Paulo (USP). É formada pela USP com MBA em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e MBA em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIA.

Marcel Martin – Coordenador do portfólio de Transporte do Instituto Clima e Sociedade – iCS. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Planejamento e Gestão de Território pela Universidade Federal do ABC (UFABC). Entre suas experiências profissionais, trabalhou com a coordenação de grandes projetos voltados para a área de planejamento urbano, transporte e mobilidade com equipes multidisciplinares. De 2009 a 2016, atuou com o desenvolvimento de estudos de transporte – dentre eles, Planos Diretores e de Mobilidade. De 2016 a 2018, trabalhou no Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) com a gestão e coordenação técnica dos produtos previstos no programa de mobilidade urbana de baixo carbono. No iCS, ele coordena o portfólio de Transporte, monitorando projetos relacionados à mobilidade urbana, fomentando o conhecimento e o debate sobre a economia do transporte, além de explorar as interfaces entre qualidade do ar e saúde com as políticas e tecnologias de transporte.

Acompanhe pelo youtube.com/cetesboficial e facebook.com/cetesbsp