CETESB Solidária

CETESB lança campanha, em apoio ao Fundo Social São Paulo, para arrecadação de cestas básicas. A ideia é ajudar com alimentos a população mais vulnerável do Estado, que sofre com as consequências de um ano de pandemia causada pelo coronavírus.

“Eu sempre abro as lives da CETESB exaltando a felicidade. Hoje, será diferente, o momento é crítico, mais de 375 mil mortes no Brasil causadas pelo coronavírus. Uma forma de ajuda é apoiar a iniciativa do Fundo Social São Paulo e doar cestas básicas, não deixar que a fome aumente o número de mortes”.

Com essas palavras a diretora-presidente, Patrícia Iglecias, lançou hoje, 20/04, em um encontro virtual, transmitido pelo canal do Youtube da Companhia, a campanha Alimento Solidário na CETESB. A iniciativa é do Fundo Social São Paulo e tem como meta a arrecadação de 2 milhões de cestas básicas.

“Agradeço ao governador João Doria que desde o primeiro momento convocou os melhores médicos e pesquisadores para o enfrentamento do problema, com seriedade e à luz da ciência. A Coronavac, produzida pelo instituto Butantan, é a vacina mais distribuída no País. A Bia Doria compactuando com esse trabalho sério e científico atacou outra frente, a da fome,” salientou Patrícia Iglecias.

Bia Doria, primeira-dama do Estado, e uma das convidadas para lançamento da Campanha entre os colaboradores da CETESB, confessou ser uma admiradora do trabalho desenvolvido pela Agência Ambiental, e que agora, com a adesão a Campanha do Alimento Solidário, a sua consideração aumentou. “A CETESB desenvolve ações importantes para sustentabilidade do Estado e hoje seus funcionários ingressam na luta contra a fome,” ressaltou.
Outro convidado, Claudio Carvalho, presidente do Conselho de Administração da CETESB, lembrou que a fome no Brasil é crônica. “A pandemia vai acabar e a fome não. Temos que nos unirmos em campanhas na tentativa de acabar com esse flagelo social.”

Fernando Chucre, presidente do Fundo Social São Paulo, relembrou que o Brasil conta com 14 milhões de desempregados. São famílias sem renda, sem pão para os seus filhos. “Colaborem com as nossas campanhas de Alimento Solidário e Vacina Contra a Fome.”

Presentes no encontro, os diretores da CETESB Carlos Roberto dos Santos – de Engenharia e Qualidade Ambiental, Clayton Paganotto – de Gestão Corporativa, Domenico Tremaroli – de Avaliação de Impacto Ambiental e Gláucio Attorre Penna – de Controle e Licenciamento Ambiental incentivaram os colaboradores de suas diretorias a aderirem à luta de combate a fome no Estado, com a contribuição de qualquer quantia para o Fundo Social São Paulo.

Marcos Penido, secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, reforçou em sua fala as palavras da diretora-presidente da CETESB e agradeceu por poder colaborar no combate a fome no Estado. “Estamos empregados e podemos ajudar os mais carentes.”

Finalmente, Patrícia Iglecias agradeceu a participação dos 500 funcionários da CETESB, que estavam presentes online, colaboradores de todo o estado, que interagiram, perguntaram e se manifestaram com palavras de incentivo e adesão à campanha.

As doações podem ser feitas até o dia 30 de abril próximo, em uma conta aberta no Banco do Brasil, pelo Fundo Social São Paulo.

Banco do Brasil
Agência 1897-x
Conta Corrente 19.490-5
CNPJ/MF n° 44.111.698/0001-98

Hoje, a Campanha foi lançada para os funcionários da CETESB, mas qualquer cidadão pode fazer sua doação. Colabore!
Vamos continuar com o uso de máscaras, com o distanciamento social e ficando em casa, quando for possível. Juntos, solidários, venceremos.

Texto – Cristina Couto
Revisão – Cristina Leite
Printes – Pedro Calado
Programação visual da matéria: Kissy Harumi.