Seminário internacional abordou PCBs

Mais de 180 participantes acompanharam o webinar promovido pela CETESB e ABNT
A CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, no papel de Centro Regional da Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes para a região da América Latina e Caribe, em conjunto com a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, promoveu o webinar internacional “Bifenilas Policloradas -PCB e Resíduos Contendo PCB: Abordagem global e Requisitos locais”.
Realizado, em 08/12, teve como objetivo promover a transferência de tecnologia, incrementar as capacidades técnica e legal e a governança dos países da Região da América Latina e do Caribe, para apoiar o cumprimento das metas de PCBs estabelecidas pela Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes – POPs, de maneira ambientalmente adequada.
“Embora muitos países tenham realizado esforços para implementar as atividades em relação às PCBs, uma quantidade expressiva de óleos de PCB e equipamentos contaminados com PCB ainda precisa ser inventariada e disposta de forma ambientalmente adequada “, comentou a engª.Lady Virginia, da CETESB e coordenadora do Centro Regional da Convenção de Estocolmo, para a região da América Latina e Caribe.
Durante a abertura, o presidente da ABNT, Mario Esper, destacou que “estamos trabalhando na elaboração de novas Normas Técnicas e revisão das existentes, visando proporcionar meios para o gerenciamento de resíduos sólidos, para o Brasil atingir o ‘estado da arte’ do que é praticado mundialmente”.
Jorge Gouveia, gerente do Departamento de Desenvolvimento Estratégico e Institucional da Companhia e que representou a diretora-presidente da CETESB, Patrícia Iglecias, enfatizou que o processo de construção das Normas Técnicas “inclui as práticas de gerenciamento e destinação final de Bifenilas Policloradas e seus resíduos, e a CETESB participa ativamente em inúmeros grupos de trabalho. Por isso, a realização de um webinar sobre o tema, promovido em conjunto com a ABNT, é de grande importância para o Brasil e demais países”.
Mais de 180 participantes nacionais e internacionais acompanharam o webinar e sua íntegra pode ser acessada pelo seguinte endereço: youTube.com/cetesboficial.
Bifenilas Policloradas
O grupo de substâncias químicas conhecidas como PCB é um dos doze primeiros POPs abordados pela Convenção de Estocolmo. Tratam-se de substâncias químicas orgânicas, especificamente hidrocarbonetos aromáticos clorados artificiais, não biodegradáveis, persistentes no meio ambiente, carcinogênicos, podendo se bioacumular em tecidos adiposos e, por esta razão, são considerados como POP pela Convenção de Estocolmo.

A Convenção de Estocolmo estabeleceu o prazo até 2025, para que os países adotem medidas para eliminar gradualmente o uso de equipamentos contendo PCB, e até 2028 para o tratamento e eliminação dos equipamentos contendo PCB.