Cetesb inaugura mais uma estação para monitorar qualidade do ar em Campinas

Com a presença do presidente Otavio Okano, a Cetesb inaugurou nesta sexta-feira (29/5) a terceira estação de monitoramento da qualidade do ar em Campinas.  Nela, serão monitorados os poluentes óxidos de nitrogênio-NOx, ozônio-O3, partículas inaláveis-MP10 e as variáveis meteorológicas: direção e velocidade dos ventos, temperatura e umidade relativa do ar, entre outras.

Com a nova unidade, instalada no parque Portugal, no bairro Taquaral, a região metropolitana de Campinas passa a contar com seis estações, que auxiliam no diagnóstico ambiental e avaliação dos níveis de ozônio.

A estação vai aprimorar também o conhecimento sobre processos de transporte de poluentes na região, que conta com população de cerca de três milhões de habitantes, frota de mais de um milhão de veículos e parque industrial expressivo. Isso além da medição da qualidade do ar no nordeste da cidade.

A unidade permitirá ainda, em conjunto com as demais, a avaliação da qualidade do ar e comparar a concentração dos poluentes medidos à luz dos valores recomendados para proteção da saúde e bem-estar das pessoas. E ainda: acompanhar as tendências e mudanças na qualidade do ar devido às alterações nas emissões dos poluentes, e assim auxiliar no planejamento de ações de controle.

Amostragens
As estações da rede automática da Cetesb se caracterizam pela capacidade de processar, na forma de médias horárias, no próprio local e em tempo real, as amostragens realizadas. Essas médias são transmitidas para a central de telemetria da empresa e armazenadas em servidor de banco de dados, no qual passam por processo de validação técnica periódica e, posteriormente, são disponibilizadas de hora em hora no endereço eletrônico da Cetesb.

A estação entregue ontem é resultado de convênio firmado entre Cetesb e Petrobras, em decorrência do licenciamento ambiental, e integrará a rede automática de monitoramento da qualidade do ar da companhia. O projeto contou com o apoio da Prefeitura de Campinas, que cedeu o espaço onde está instalada a estação.
Atualmente, existe uma estação na área central da cidade e este ano teve início a operação de outra, no bairro Vila União, na área sul/sudoeste de Campinas.

A rede automática de avaliação de qualidade do ar da Cetesb dispõe agora de 27 estações na região metropolitana de São Paulo e outras 27 no interior/litoral.
Participaram da cerimônia o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), e equipe técnica da agência ambiental.