OAB-São Paulo empossa presidente da comissão de meio ambiente

O advogado Carlos Alberto Maluf Sanseverino foi mantido no cargo de presidente da Comissão de Sustentabilidade e Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Seção de São Paulo, continuando, desta maneira, a representar a entidade no Conselho Estadual do Meio Ambiente – CONSEMA.

Em cerimônia bastante concorrida, Sanseverino foi empossado para mais um ano de mandato pelo presidente da OAB-São Paulo, Luiz Flavio Borges D’Urso. Fazem parte da comissão, ainda, Celso Antônio Pacheco Fiorillo, vice-presidente, e Rosa Ramos e Patrícia Faga Iglecias Lemos, segunda e terceira vice-presidentes, respectivamente, além de vários outros profissionais.

O evento, realizado em 29.09, contou com as presenças do secretário estadual do Meio Ambiente, Pedro Ubiratan Escorel de Azevedo, do presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, Fernando Rei, e do secretário-executivo do Conselho Estadual do Meio Ambiente – CONSEMA, Germano Seara, além do ex-deputado Fábio Feldmann, que foi o primeiro presidente da Comissão de Sustentabilidade e Meio Ambiente da OAB-SP, do coronel Ronaldo Severo Ramos, ex-comandante geral da Polícia Militar Ambiental, de Walter Lazzarini, da Comissão de Meio Ambiente, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP, entre outros.

Pedro Ubiratan, que também é advogado, saudou o presidente da comissão lembrando que “meio ambiente e sustentabilidade têm muito a ver com a profissão de operadores do Direito, que precisam pensar antropocentricamente, concentrando esforços para a preservação da vida humana”.

Para isso, disse o secretário, “precisamos quebrar paradigmas e buscar novas formas de encarar a questão ambiental, como o estímulo ao consumo sustentável, logísticas reversas e outras medidas. Um exemplo é a economia de baixo carbono, para a qual o governo do Estado abriu linha de crédito de R$ 600 milhões para as empresas adotarem processos ambientalmente menos impactantes, com menor emissão de gases de efeito estufa.
Sanseverino também defendeu a adoção de um modelo de desenvolvimento sustentável. “Podemos viver mais com menos”, enfatizou. Com esse objetivo, disse que a comissão vai propor medidas como a certificação de escritórios de advocacia verdes, por meio de um selo ambiental, a digitalização de processos administrativos da própria OAB-São Paulo e outras.

Texto
Newton Miura
Fotografia
Pedro Calado