CETESB lança o Guia Nacional de Coleta e Preservação de Amostras de Água no Estado

Com a publicação do Guia Nacional de Coleta e Preservação de Amostras de Água,Sedimento, Comunidades Aquáticas e Efluentes Líquidos, elaborado pela CETESB, com apoio da Agência Nacional de Águas – ANA, a comunidade técnico científica do país, e principalmente os profissionais envolvidos no monitoramento da qualidade dos recursos hídricos brasileiros, passam a contar com material de referência para executar a coleta de amostras de águas superficiais e sua preservação, dentro de critérios e metodologias internacionalmente reconhecidas para ensaios físico-químicos, microbiológicos, biológicos e toxicológicos.

A ANA, por meio da Resolução nº 724 de 03/10/2011, adota o Novo Guia como documento de referência técnica no monitoramento de qualidade dos recursos hídricos em todo território nacional para o atendimento ao Programa Nacional de Qualidade de Água – PNQA.
A cerimônia de lançamento oficial do Guia Nacional ocorreu no dia 20/3, no auditório da CETESB e contou com as presenças do secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas; do secretário-adjunto de Saneamento e Recursos Hídricos, Rogério Menezes; do diretor de Hidrologia da Agência Nacional de Águas – ANA, Paulo Rodrigues Vieira; do presidente da CETESB, Otavio Okano e demais diretores e convidados.
O secretário Bruno Covas falou da importância da água, de seu bem, que é limitado, e do orgulho que sente pela produção desse Guia em parceria com a ANA. Frisou ainda que “os paulistas e todos os brasileiros também se sentem orgulhosos de poder contar com os trabalhos que são desenvolvidos pela Companhia, com metodologias científicas de ponta, conquistando selos de eficiência e de garantia, assegurando saúde por intermédio da qualidade da água”.
Otavio Okano, presidente da CETESB, lembrou que no passado, os técnicos utilizavam as notas técnicas como referência para métodos de preservação de amostras”. Em 1988, foi elaborado o primeiro Guia de Coleta de Amostras de Águas, o que subsidiou a confecção desse Guia Nacional. “É com muita satisfação acompanhar a evolução dos trabalhos da CETESB, culminando nesse Guia que o INMETRO adotará como referência nacional”, disse.
Essa publicação de 325 páginas não seria possível sem o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, que financiou a editoração e tiragem de 2.000 exemplares, bem como a elaboração de um vídeo trazendo os principais procedimentos de coleta para os ensaios previstos no PNQA.
Esse novo Guia de Coleta traduz a gestão do conhecimento do corpo técnico da CETESB, adquirido na prática diária e no processo de implantação de um Sistema de Qualidade dessas atividades, e demonstra a responsabilidade da Companhia, na sua missão institucional de transferência de tecnologia ambiental, colaborando para o desenvolvimento científico e tecnológico do país.
A apresentação técnica do Guia ficou a cargo de Carlos Jesus Brandão, gerente do Setor de Amostragem da CETESB.
Texto: Rosely Ferreira
Fotos: José Jorge Neto