Parcerias e novas tecnologias favorecem a gestão ambiental

O uso de tecnologias para a gestão dos resíduos sólidos está cada vez mais na pauta de empresas e instituições. Na terça-feira, 12 de março, representantes da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) se reuniram com a diretora-presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) Patrícia Iglecias para debater o tema e possíveis parcerias.

Carlos Roberto Vieira da Silva Filho, diretor presidente da Abrelpe, apresentou um estudo para instalação de um EcoParque de tratamento de resíduos sólidos urbanos na cidade de São Paulo. Contou também que pretende ampliar o programa de capacitação de municípios para elaboração e implementação dos planos de gestão integrada de resíduos sólidos e ainda falou sobre a questão do lixo no mar.

De acordo com Patrícia Iglecias, a adequada gestão dos resíduos sólidos urbanos é uma necessidade e todas as iniciativas são bem-vindas, assim como a parceria com a instituição. “A CETESB está de portas abertas para auxiliar em ações que contribuam para as boas práticas ambientais”, destacou.

Também participaram da reunião Lia Helena Demange e João Luiz Potenza da CETESB e de Gabriela Otero da Abrelpe.

Texto: Luciana Reis
Foto: Gilberto Ruiz